| A Revista dos Esportes Equestres |
-
01/10/2017 - 10h10min
Parque Ovidão: as mulheres demonstraram em pista porque sempre proporcionam um show a parte

Por Roberto Carlos Fotos: Dom Barbosa


 As entrepidas vaqueiras antes da entrada em pista para a disputa da Tropa Feminina

Vaquejada como esporte exclusivamente masculino é coisa do passado. Esse tabu, na prática, está sendo rechaçado por uma leva de intrépidas cowgirls, que dia pós dia invadem as pistas de Vaquejada Brasil afora despejando beleza, destreza e técnica no lombo dos cavalos.

O mais recente palco utilizado para tal, pelas atletas - foi o Parque Ovidão, durante a 2ª etapa do I Circuto Amador de Vaquejada Parque Ovidão na noite desse sábado. Ante um público miríade, empolgo e participativo e uma leva de pessoas espalhadas em todos os lugares de fácil visualização da pista, oito vaqueiros se lançaram no sonho de escrever os nomes no seleto livro de campeões do Parque Ovildão.

E, para proporcionar ainda mais adrenalina e competitividade, Danielson Passos colocou na premiação da Tropa de Elite Fermina R$ 1 mil sendo: R$ 600 para a campeã e R$ 400 para a reservada campeã e senhas gratuitas. E por volta das 22h Jordão Locutor chamou à primeira vaqueira a pista para abrir essa disputa. Nessa primeira rodada apenas a representante do Parque Haras É 10, de Codó (MA), Paloma Aragão, esteirada por Junior Brandão, mandou o boi entre as faixas, recebendo o valeu boi do juiz Cícero, e uma calorosa salva de palmas da plateia. Com esse desempenho e de acordo com o regulamento essa competente vaqueira sagrou-se campeã. "Fico muito feliz em me sagrar campeã no Parque Ovidão. Nós ficamos muito agradecidas ao Danielson por ter nos concedido essa disputa, porque é muito difícil aqui no Estado do Maranhão os proprietários de parques cederem oportunidade para as mulheres. Nós somos uma atração diferente"

 
 Paloma Aragão numa puxada de dar inveja

Mas a beleza desse espetáculo ainda não havia sido finalizada visto que, as sete atletas restantes voltaram para a pista em busca do 2º lugar. E lá se foram às bravas atletas em um sonho imaginário e prazeroso em que o valor material pela conquista não caracterizaria algo preponderante. E, na 2ª rodada - apenas a piauiense Luara, ladeada por magão, representante do Posto Kennedy Ypiranga, de Amarante (PI), após fazer valer o boi, depois de três retornos ficou com a 2ª colocação, pondo um ponto final nessa disputa que demostrou o quão a mulher é capaz de superar e vencer obstáculos, suplantar tabus e provar que o esporte Vaquejada não e força e sim técnica, e que elas merecem muito mais espaço no esporte.


 A persistência e confiança de Luara lhe assegurou o título de Reservada-Campeã


Bookmark and Share

Últimas notícias
31/01/2018 - 08h01min
No certame será ofertada a mais seleta casta da raça Quarto de Milha consagrada em Vaquejada...
17/01/2018 - 08h01min
JD Ranch evidencia durante evento animais de altíssima carga genética e de sangue consagrado mundialmente ...
10/01/2018 - 23h01min
JD Ranch promove três eventos nos quais serão apresentados a mais fina estirpe da raça Quarto de Milha ...
07/12/2017 - 10h12min
Plantéis maranhenses se destacam com vitórias marcantes e expressivas no 15º Potro do Futuro & Campeonato Nacional de Vaquejada...
09/04/2010 - 17h04min
A Revista Vaquejada&Cia mostrará todas as emoções das seis etapas do milionário Circuito Brahma Fresh de Vaquejada...
16/04/2010 - 17h04min
Confira a classificação do Circuito Brahma Fresh após a primeira etapa...
12/04/2010 - 11h04min
Vaquejada do Parque Dois Irmão encerra Circuito Bahia ...
23/06/2010 - 12h06min
Parque Expedito Galvão abrirá Circuito Maranhense de Vaquejada 2010...