| A Revista dos Esportes Equestres |
-
05/09/2017 - 16h09min
Após acidente de carro, médico veterinário encontrou na equoterapia a força que precisava para retomar a vida

 Foi nos livros que Rodrigo Beduschi, 37, descobriu a importância da equoterapia. A busca por informações sobre o método terapêutico e educacional que utiliza o cavalo começou no ano de 2010. Época em que o médico veterinário sofreu um acidente de carro e teve uma lesão medular. Mesmo sem os movimentos das pernas, Beduschi não parou. Com o auxílio do tratamento, ele seguiu administrando a fazenda da família e montando cavalos.

"A equoterapia foi o primeiro passo para que eu voltasse a andar a cavalo. Ela me ajudou no tratamento da lesão medular e possibilitou fazer novamente o que mais gosto na vida, que é montar. Procuro fazer isso no mínimo uma vez por semana na fazenda, pois a visão do gado de cima de um cavalo tem seu valor. E o Quarto de Milha tem me ajudado nisso, pois tem conformação e temperamento ideais para a lida com a boiada", destaca Rodrigo.

 Apaixonado e feliz pelo que faz, ele se divide entre os Estados do Mato Grosso e Rio Grande do Sul. "Na Região Centro-oeste estão os negócios da minha família, onde administro o setor de pecuária, e na Região Sul a minha criação de cavalos Quarto de Milha. Animais que todos os anos preparamos para as competições da Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Quarto de Milha (ABQM)", revela o campeão estadual da modalidade de Ranch Sorting.

 Rodrigo, que começou a montar quando criança, ainda competiu em outras modalidades - Team Penning, Seis Balizas, Três Tambores e Laço Comprido - e alcançou almejados títulos. "Com diversas linhagens em uma mesma raça, o Quarto de Milha é ideal para provas de velocidade e trabalho", assegura. Duas de suas potras estiveram entre os 400 animais do 10º Congresso Brasileiro ABQM de Laço Comprido, realizado durante a Expointer 2017, em Esteio (RS).

Os principais benefícios da equoterapia

Os cavalos são selecionados e separados segundo uma série de características físicas e psicológicas e necessitam ser constantemente trabalhados e adaptados para a equoterapia. Através do Projeto EquoABQM, a associação apoia seis centros de equoterapia, que atuam em sete cidades e atendem 94 praticantes. "É indicada para o tratamento dos mais diversos tipos de comprometimentos motores e sociais", ressalta a coordenadora do projeto, Katharina Metzler.

 "O passo do cavalo exercita o equilíbrio, a coordenação, o tônus muscular e a postura. Além disso, possibilita ganhos psicológicos, aumentando a autoestima e a autoconfiança", explica. As sessões do projeto são individuais e têm a duração média de 30 minutos cada. O tratamento de equoterapia dura em média dois anos, podendo ser reduzido ou estendido em função do diagnóstico, da característica de cada praticante, além de outros fatores intervenientes.

Fonte: abqm.com.br Fotos: Jean Philippe Vasconcelos (ABQM)

 

 


Bookmark and Share

Últimas notícias
16/10/2017 - 12h10min
Jockey Club de Sorocaba: confira os tempos das finais dos Grandes Prêmios ocorridos no sábado...
15/10/2017 - 10h10min
Haras Rancho Mulata desenvolve um criterioso trabalho de seleção intitulado: "Trabalhando com Velocidade" ...
13/10/2017 - 16h10min
5º Dia de Campo AgroMaratá e 1ª Mega Loja RRV - Eternaly Fred atrai pecuaristas e fomenta o agronegócio...
07/10/2017 - 12h10min
Lady Eternaly Cash na sela do campeoníssimo Júnior Latercio conquista título inédito...
09/04/2010 - 17h04min
A Revista Vaquejada&Cia mostrará todas as emoções das seis etapas do milionário Circuito Brahma Fresh de Vaquejada...
16/04/2010 - 17h04min
Confira a classificação do Circuito Brahma Fresh após a primeira etapa...
12/04/2010 - 11h04min
Vaquejada do Parque Dois Irmão encerra Circuito Bahia ...
23/06/2010 - 12h06min
Parque Expedito Galvão abrirá Circuito Maranhense de Vaquejada 2010...