REDES SOCIAIS

Uma história de sucesso construída com amor, dedicação e, sobretudo, trabalho

Assim fora pavimentado o itinerário do Haras Manoel Mendes Lins, empreendimento inaugurado em 10/05/2012

11/08/2018 11:29:37

Por Roberto Carlos Fotos: Dom Barbosa e Kleber

Cravado em uma área privilegiada com 30 hectares, o quartistas maranhense Juvenil Roma – titular e artífice desse projeto, expressou empiricamente nos traços arquitetônicos do local, toda sutileza, amor e dedicação que ele tem pelos equinos, mas, particularmente, pela raça Quarto de Milha e a cultura Vaquejada. “Fiz tudo isso em homenagem a meu avô, inclusive o nome do Haras”, disse Juvenil que relembrou: “não sai de minha memória a saudade daquele senhor que amava os animais e domava cavalos, e que tão jovem deixou Pernambuco - Estado onde nasceu e viveu parte da vida com a alma moldada na lida com o gado”. Naquela oportunidade Juvenil tinha apenas seis anos de idade, tempo suficiente para arraigar as lembranças e levar-lhe a prestar essa justa homenagem a seu querido e inesquecível Manoel Mendes Lins.

O empreendimento

Haras Manoel Mendes Lins

Atualmente no Haras, estão hospedados 35 animais Quarto de Milha da mais fina estirpe com capacidade genética para atender a modalidade Tambor e, principalmente a Vaquejada. No total são 20 matrizes e potros, três jovens fêmeas atletas de Vaquejada: Kiss Parbill (puxar) e Miss Leo Quentão (esteira), Chica Del Rancho (esteira) e ainda o garanhão base do plantel Mr Par Bill (Eternaly Bill x Nina Par Six, por Mr Par Six) - o renomado Alemão (produtor de Kiss Par Bill).

 E, para proporcionar conforto, segurança e comodidades aos animais foram edificadas 20 baias em alvenaria e um excelente espaço dividido em piquetes para manejo. “As éguas e os potros são criados soltos - a pasto – e com suplementação adequada para favorecer o desenvolvimento natural não permitindo que eles criem vícios inerentes a animais criados presos”, disse o quartista.

Juvenil Roma destaca que os amigos que o conhecem sabem que ele realizou um sonho ao adquirir Mr Par Bill. “De minha memória não sai o dia em que presenciei o Alemão em uma prova de Vaquejada sendo pilotado por um vaqueiro amador numa disputa com um profissional”. E emendou: “o profissional era Everaldo montando o cavalo Virgulino; animal que proporcionou inúmeros prêmios a Junior Latercio”. Nessa prova, realizada no Parque Zequinha Gureta, em São José de Ribamar/MA na qual o vaqueiro amador perdera para o profissional, foi que Alemão demonstrou sua capacidade como atleta. “Naquele dia foi paixão daquelas que jamais sairia de meu peito. A partir daí foram longos anos após conversar com um vaqueiro sobre as qualidades do Alemão e decidir que era chagado o momento de procurar o então proprietário dele para tentar realizar o sonho de adquiri-lo”, confessou juvenil. E para felicidade desse apaixonado a proposta de compra deu certo. Ele ainda acrescentou que os feitos de Alemão - com pouco mais de cinco anos de idade, foi de encantar a todos que o assistiam competindo. “e eu, nem se fala!”.

Juvenil afirmou que após integrar Mr Par Bill ao plantel, a intenção seria deixa-lo competindo somente por mais três anos, o que não foi realizado. “É como sempre diz minha mãe: nós planejamos e Deus executa", lembrou o quartistas.

Esse projeto elaborado para Mr Par Bill não fora concretizado porque ele se lesionou em uma vaquejada na cidade de Colinas, Maranhão. “Naquela oportunidade, montado pelo experiente vaqueiro Jeovane, Alemão vinha de cinco provas com quatro classificações. Foi uma campanha impressionante para um cavalo que estava parado”, pontuou juvenil. E completou: “Eu, em quase todas as corridas que participei montando o Alemão bati as senhas em quase todas, saindo delas somente nas disputas, porque ele estava há vários níveis acima de minhas habilidades técnicas como competidor”. Mas infelizmente em decorrência dessa lesão no “Curvilhão”, Alemão deixou a vitoriosa trajetória como atleta, ganhando o merecido descanso e passando a ser utilizado somente na reprodução.

Performance como raçador

Mr Par Bill então em atividade na sela de Nem Vieira

Os números de Mir Par Bill/Alemão como raçador são impressionantes. Ainda com poucos filhos competindo em Vaquejada produziu Jet Parbill FCB (propriedade de Romero Bezerra), campeão do 15º Potro do Futuro ABQM categoria Amador, 2º e 4º lugares Amador e Profissional ABQM respectivamente, sendo estes últimos no Parque Mãe Lucila, em Santa Inês, Maranhão,

Jet Parbill na sela de Garcia Neto

a excepcional Kiss Par Bill, cujas poucas apresentações podemos elencar: 3º lugar no Parque das Palmeiras, em Lagarto, Sergipe, e na 4ª edição da Vaquejada no Parque Mãe Lucila conquistou duas colocações: 1º lugar  categoria Profissional ABQM e 1º e 5º lugares na vaquejada,

Kiss Parbill na sela de Cleidivan

e Mald Fred/esteira (proprietário Jeovani Vaqueiro) campeã categoria Profissional na prova ABQM realizada durante a 17ª vaquejada do Haras Parque Luanna, em Vitorino Freire, Maranhão e,

Nelsinho Parbill na Sela de Gilton Boi

Nelsinho Parbill (proprietária Ana Alice de Araújo Scherer), campeão (sem racha) categoria Profissional, da 26ª Vaquejada do Parque Onildo Maior, em Colinas/MA, na sela de Gilton Boi, entre outros filhos que estão iniciando muito bem no esporte.

Para o quartista - a vaquejada no Parque Mãe Lucila solidificou o que ele acreditava quando iniciou o projeto Mr Par Bill. “Logo após ele ter chegado no Haras, nós trouxemos Kiss Par Bill para junto dele, e assim chancelar sua qualidade como reprodutor visto que, como atleta, é uma realidade”. Falou também que a Kiss Par Bill superou todas as expectativas, porque em Santa Inês ela foi perfeita do primeiro ao último boi, sem errar nenhum”. E lembrou das qualidades de Miss Leo Quentão: “essa prova também ratificou que os pontos obtidos por ela na ABQM, são méritos da herança genética de seu pai Quentão Zorrero GOCC. Parabéns ao criador Paulo Saldanha por disponibilizar para o esporte animais com índole de campeões”, comentou.

Diante dos resultados positivos Juvenil costuma dizer aos proprietários: “deem aos filhos do Alemão a chance de eles competirem porque lhes darão muitas alegrias”.  E disse ainda: “estou me acostumando com a realidade de ter o Alemão como garanhão, porque o que tem feito os filhos dele nesses últimos meses reforça o projeto que desenvolvi para tê-lo como um notório raçador”. E acrescentou: “o Alemão de uma vez por todas será um garanhão que marcará a história, não porque tem um dono que deseja que ele se seja um grande reprodutor, e sim porque está conseguindo esse feito pelos próprios méritos visto que, foi campeão enquanto competiu, imprimindo em seus filhos a mesma genética de vitórias”.

 “O Haras Manoel Mendes Lins, oficialmente disponibiliza coberturas de Mr Par Bill/Alemão para quem, assim como eu, sobretudo, ama um bom cavalo que mereça ser criado e admirado”. Bastante entusiasmado finalizou Juvenil Roma.